PROVIDENCE — Como já é tradição as cerimónias oficiais que dão início ao fim-de-semana da comemoração do Dia de Portugal em Rhode Island tiveram lugar na State House em Providence, na passada sexta-feira, fazendo propagar a língua de Camões pelo imponente edifício.

“Hoje é um dia glorioso,” salientou a O Jornal Orlando Mateus, presidente da comissão organizadora da comemoração do Dia de Portugal em Rhode Island.

“Iniciámos o dia hasteando a Bandeira Portuguesa em Cumberland, depois outro içar da bandeira das quinas em Providence, onde honrámos o Homem do Século,” disse Mateus com satisfação, referindo-se a Manuel Pedroso, um “jovem” de 99 anos, residente em Providence, que tem honrado a comunidade lusa.

Conhecido como uma pessoa corajosa, caritativa e honesta, Pedroso está estabelecido com a sua mercearia na área de Fox Point em Providence desde a década de 50 e nela tem acolhido todos com carinho e afecto.

Ao ser agraciado com esta honra, Pedroso falou com O Jornal de forma simples e singela sobre a honra que lhe foi deposta. 

“Ser homenageado no Dia de Portugal assim, nunca pensei na minha vida, mas estou tão contente e sinto-me tão feliz que não tenho até palavras para agradecer tão ação,” disse ele humildemente. “Agradeço muito a tanta gente amiga que eu cá tenho, foi por isso que cá estou.”

O evento iniciou-se com os hinos Português e dos Estados Unidos interpretados pelo Coral Herança Portuguesa e o Coro da Charter International School de Pawtucket, cujas vozes se elevaram na grandiosa escadaria de mármore sob a cúpula alastrando-se por todo o edifício.

Durante a cerimónia foi anunciado que o Prof. José Francisco Costa, ex-director do LusoCentro do Bristol Community College, residente em Rhode Island, seria este ano o Grand Marshal da Parada do Dia de Portugal.

“Não sei o que hei-de dizer,” referiu o professor.

 “Fiquei-me questionando a razão de tal honra, a qual aceito e estou muito feliz porque é sinal que as pessoas continuam a ver-me como parte desta nossa grande comunidade,” acrescentou Costa, adiantando não haver coisa melhor neste mundo do que uma pessoa se sentir parte de uma comunidade, parte de alguma coisa.

Filipa Menezes Cordeiro, recém-chegada a esta região para liderar o Vice-Consulado de Portugal em Providence, dirigindo-se aos presentes, referiu ser uma honra e prazer tomar parte desta celebração.

“Estas celebrações têm o propósito de preservar as tradições da cultura portuguesa, para promover o contributo do povo Português neste estado e para fortalecer os elos de amizade entre o povo de Rhode Island e Portugal,” disse Cordeiro, aproveitando também a ocasião para agradecer o esforço de tantos indivíduos em ambos os lados do Atlântico. “Esses indivíduos merecem a gratidão de Portugal e dos Estados Unidos, porque não hesitaram, mas sim acreditaram, testaram, ensinaram, exploraram e defenderam, e nunca venderam os seus corações, porque escolhem fazer parte de ambas as nações.”

Entidades a nível estatal e nacional estiveram presentes, entre elas o Senador Jack Reed. 

“Este é um grande dia para celebrar o contributo dos luso-americanos e a relação entre Portugal e os Estados Unidos. E isso acontece aqui mesmo em Rhode Island, onde temos sido muito beneficiados pelos portugueses, sua amizade, seu trabalho, sua indústria, sua inteligência — tudo isso tornou este um estado melhor.”

Durante a sua intervenção, o Tesoureiro Estatal Seth Magaziner elogiou a comissão do Dia de Portugal e o seu trabalho árduo nos preparativos para a celebração. 

“Eu diria que dos muitos eventos que ocorrem durante o ano aqui no Capitólio, este é sempre um dos maiores, e o melhor organizado que eu tenho visto,” disse Magaziner. “Parabéns!”

Já o Congressista David Cicilline disse considerar este evento um dos seus momentos favoritos do ano.

“Esta celebração do Dia de Portugal é um lembrete da incrível comunidade luso-americana em Rhode Island, que tanto contribuiu,” salientou. “Sinto-me muito abençoado por ter tantos grandes amigos nesta comunidade e esta é uma celebração do orgulho, das grandes tradições portuguesas, da boa comida, da boa música, da devoção à família e à fé. É um dia verdadeiramente maravilhoso.”

Serviu de Mestre de Cerimónias a descendente Luso-Americana Jessica De La Cruz, a cumprir o seu primeiro mandato ao Senado de Rhode Island.

A cerimónia serviu ainda para reconhecer os 13 vencedores do Concurso Artístico do Calendário Lusófono. O concurso realiza-se anualmente e é organizado e patrocinado pelo Instituto de Estudos Portugueses e Lusófonos do Rhode Island College para as celebrações do Dia de Portugal, destinado a estudantes com idades entre os cinco e dezoito anos em escolas públicas, privadas, autónomas (charter), e escolas comunitárias de todo o Estado de Rhode Island.

As obras vencedoras estiveram em exibição durante o evento e farão parte do Calendário Lusófono de 2020.

O Concurso Artístico de 2019 recebeu 409 desenhos, representando 11 escolas e 22 professores de Português de Rhode Island. Os vencedores este ano são:

Xander Guilhardi, 7 anos, International Charter School

Adrian Rodrigues-Pena, 7 anos, International Charter School

Levi Trek, 7 anos, International Charter School

Carolina Santos, 10 anos, International Charter School

Olivia Saraiva, 9 anos, Escola Portuguesa do Clube Social Português

Sofia De La Vega, 10 anos, Escola Portuguesa do Clube Juventude Lusitana

Sabrina Marsella, 14 anos, Portuguese Learning Center of East Providence

Maxwell Whiting, 14 anos, Edward R. Martin Middle School

Keira Quadros, 14 anos, Edward R. Martin Middle School

Shanaia Ruiz Hidalgo, 16 anos, Rhode Island Nurses Institute

Samantha Bernardo, 15 anos, Cumberland High School

Hannah Boldt, 18 anos, North Kingstown High School

Vencedor do Prémio da Capa:

America Peneda, 18 anos, Blackstone Academy Charter School

Após o evento teve lugar a exibição do Rancho Folclórico de Nossa Senhora de Fátima de Cumberland, e um beberete foi servido aos presentes.